Skip to content

O tal do estilo próprio

julho 21, 2010

Meninas estilosas do lookbook.nu, estilo próprio?

Nesse post aqui falei de como o mundo pop constrói múltiplas identidades em um único artista, o que pode funcionar muito bem para alguns e ser um desastre para outros. Fazendo um paralelo com o “mundo real”, acho que também é possível para nós, meros mortais, encarnar diferentes personas. Mas, assim como para a construção de uma imagem pop consistente é necessário um propósito que dê coerência às mudanças constantes, as mudanças na vida real também precisam fazer o mínimo de sentido para não cair no que costumamos chamar de “falta de personalidade”. Importante dizer que com mudanças constantes não estou falando de seguir tendências a torto e a direito, mas de criar um universo de referências próprio que ultrapasse os limites do “estar na moda”.

Nesse ponto, acho importante fazer uma distinção do que significa “estar na moda”, estar na “tendência de moda” e ter um “estilo próprio”. Encontrei definições muito boas no blog Retalho de estilo a respeito dessas categorias, seguem:

Estar na moda: é seguir o comportamento de uma época, não é, portanto, uma tarefa tão difícil assim. Lembrando que “moda é a forma como se vestem um grande número de pessoas, em uma determinada época”.

Estar na tendência de moda: é captar o que ainda está por vir e que ainda não caiu no gosto popular. Muitos tentam, mas poucos conseguem ter a sensibilidade para estar nessa categoria. “A confusão ‘estar na moda‘ e ‘estar na tendência de moda‘ é muito comum e aparece, de um lado, nos que julgam “fora de moda” os que não estão vestidos com a tendência de moda e, de outro, dos que se julgam não usuários de moda por não irem atrás da última tendência de moda”.

Estilo próprio: é o jeito como cada um se veste, algo que o destaca da multidão. Portanto, quem tem um estilo próprio bem definido pode ou não seguir tendências (creio que, em geral, são duas coisas opostas).

Anna Piaggi, Karl Lagerfeld e Dudu Bertholini: estilo próprio é isso

Desde que vi Identidade de Nós Mesmos, filme maravilhoso de Win Wenders em que o diretor documenta sua experiência ao lado do estilista Yohji Yamamoto, tenho acreditado cada vez mais na oposição entre moda e identidade, ou melhor, na oposição entre tendência e estilo próprio, por mais contraditório que isso possa soar. Pois,  se “a moda é de muitos e o estilo é de cada um”, estar na moda significa não se diferenciar (utilizando a definição da palavra moda enquanto “forma de se vestir de um grande número de pessoas em uma determinada época”).

Conclusão: ter um estilo próprio é estar “fora de moda”. Ou será que a definição de moda é um tanto redutora demais?

Sobre mim, a única coisa que posso dizer é que estou na moda, ter um estilo próprio é uma atividade muito complexa.

10 Comentários leave one →
  1. julho 21, 2010 4:08 pm

    Essa é uma questão que sempre me atormenta. Ter um estilo prórpio é muito importante para mim, por isso, busco refletir continuadamente antes de adquirir algum produto, penso na relevância dele ao meu estilo e se ele me atrairia se não estivesse na moda.
    Realmente, é uma tividade complicada.

    Parabéns pelo ótimo blog!

  2. julho 22, 2010 4:39 am

    Sim! Próprio? Particular, privado. Seria o estilo “só seu”. Diferente, único. O tal “It” (total banalizado e distorcido…). Chanel tinha estilo próprio. Ela criou um estilo: “estilo chanel”. Sendo assim, acho que dá pra dizer que quem está “fora de moda” tem estilo próprio, e vice-versa… Ótimos os exemplos escolhidos!

    Beijos

  3. julho 22, 2010 5:34 pm

    Essa coisa de “estilo próprio” é complicado, né? Eu também acho que acaba sendo uma atividade muito complexa, mas tenho a impressão de que quem realmente tem esse tal estilo próprio não pensa assim. Imagino que deva ser um aspecto comum na vida dessas pessoas. Vai saber, né?

    Beijo!

  4. julho 22, 2010 6:42 pm

    já escrevi sobre estilo/moda. adorei, você sempre digna! =*

  5. julho 26, 2010 1:42 pm

    Entendo tua lógica, Aline, mas pra mim sempre existe um meio termo. Acho que existem aqueles que possuem estilo próprio sem se apropriar de nenhuma tendência ou peça do momento; existem aqueles que vão com a maré e não possuem muita expressividade (não acredito nunca no “sem-estilo”, pra mim sempre vai haver algo, mesmo mínimo, que identifique a pessoa) e também existem aqueles que mesclam a moda com seu estilo próprio.

  6. julho 26, 2010 6:33 pm

    Não conhecia o blog, e adorei alguns posts que li. Não sabia do termo “estar nas tendencias de moda” e achei bem interessante…

    acho que o termo moda é um tanto quanto redutora demais, pq nao acredito que ter estilo próprio é necessariamente estar “fora de moda”, até porque são justamente os “its” que acabam inspirando Deus e o mundo… rs

    enfim, é um assunto complicado…

  7. Andréa Ribeiro permalink
    julho 30, 2010 2:39 pm

    Aline.. que texto maravilhoso hein? Vou salvá-lo aqui para reflexão! Parabéns! Um grande beijo!

  8. julho 30, 2010 3:27 pm

    Achei muito bacana esse texto, mas acho que ninguém permanece o tempo todo em apenas uma dessas categorias, sendo na maior parte do tempo, um mix dessas 3 (se forem só essas mesmo).

    Mas é uma excelente reflexão.

    Beijos!

  9. Marcela permalink
    agosto 2, 2010 11:54 am

    Profundas reflexões…
    Como disse Glória Kalil: ” Moda é oferta, estilo é escolha”, vivemos num mundo onde se difunde um tal ” de estilo próprio fake ou montado”. Os blogs pessoais, onde são colocados looks diários, na minha modesta opinião são fajutos. As donas se montam, fotografam e postam. Puro exibicionismo narcisistas. Mas elas acontecem. Estão ganhando dinheiro e jaba das marcas. Estão bombando na mídia, fazer o quê???!!!
    E que falar da atuais editoras de moda, querendo criar um glamour ao seu redor? Tudo resultado deste mundo midiático internáutico em que vivemos.
    Quem irá sobreviver nessa gincana toda, saberemos num futuro próximo.

Trackbacks

  1. O tal do estilo próprio – o outro lado do duo « /duodeluxo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: