Skip to content

Autores x estilistas x artesãos

junho 21, 2010

Meu querido mestre Andre Setaro, um dos melhores críticos de cinema do Brasil, costuma dizer que existem três tipos de realizadores cinematográficos: o autor, o estilista e o artesão. O autor, segundo ele, é aquele cineasta que tem uma visão de mundo e uma visão de cinema particulares, isto é, um universo ficcional próprio e uma maneira única de explicitar o seu repertório temático. Alguns exemplos de diretores que se enquadram nessa categoria são Alfred Hitchcock, Stanley Kubrick, Federico Fellini, Jean-Luc Godard, entre outros.

Já o estilista é aquele que não possui universo ficcional próprio, mas tem uma maneira muito particular de articular os elementos fílmicos, uma espécie de marca registrada. Um exemplo emblemático é Steven Spielberg, que consegue colocar sua marca em seus filmes, mas não tem um princípio norteador temático tão forte quanto os autores citados acima.

Por último, o artesão é aquele que não tem constantes temáticas nem um estilo próprio muito definido. No entanto, esses tipo de realizador consegue contar bem uma história, desenvolver uma narrativa, mesmo que vendo o filme a gente não consiga distinguir nenhuma característica sua. Não há nenhuma outra ambição que não seja a de desenvolver o roteiro. Nessa categoria penso em Stephen Frears e David Fincher.

Setaro ainda faz uma ressalva importante: “O fato de o realizador ser um autor não o credencia a ser melhor do que o artesão. Muitas vezes, melhor um afiado artesão do que um autor chato, pachorrento, pretensioso, do qual o cinema está cheio pelas bordas.” Lembrando também que é necessário um número considerável de filmes na cinematografia de cada realizador para que seja possível caracteriza-lo.

Transportando esse modelo para o mundo da moda, fiz um exercício de pensar quais designers (utilizo essa nomenclatura para não confundir com uma das categorias) brasileiros seriam autores, quais seriam estilistas e quais estariam no grupo dos artesãos.

Como autores pensei de cara em Gloria Coelho e Alexandre Herchcovitch, que além de serem muito consistentes em termos de estilo, trabalham sempre em cima de seus próprios universos ficcionais. A Gloria e suas viagens futurísticas astrais e o Herchcovitch e sua quase que obsessão pelo perverso e pela morte, em suas coleções masculinas.

Glória Coelho verão 2010 / inverno 2010 / verão 2011

Alexandre Herchcovitch verão 2007 / inverno 2010 / verão 2011

Na categoria de estilistas, colocaria Neon e Reinaldo Lourenço. Os dois têm um perfeito domínio da técnica e trabalham com elementos que vão se desenvolvendo de coleção para coleção, no entanto, diria que não há uma visão de mundo tão absoluta. No caso do Reinaldo, nota-se uma grande preocupação com a delicadeza e com o feminino, e no caso da Neon, nota-se que há sempre uma exuberância marcante, mas a temática em que esses elementos se encontram pode variar. Acredito que este seja também o caso do Herchcovitch feminino.

Reinaldo Lourenço inverno 2007 / verão 2010 / verão 2011

Neon verão 2007 / verão 2010 / verão 2011

Alexandre Herchcovitch feminino inverno 2009 / verão 2010 / verão 2011

No grupo dos artesãos, penso nas marcas comerciais que, mesmo não tendo um estilo próprio ou uma constante temática bem definidos, conseguem realizar coleções bem sucedidas. Esse é o caso da Ellus, que apresentou uma das melhores coleções da edição verão 2011 da SPFW.

Ellus inverno 2009 / verão 2010 / verão 2010

Entre os autores, vale ainda destacar Ronaldo Fraga. Maria Bonita entra no grupo dos estilistas e Cavalera fica na categoria de artesãos. Quero ressaltar que esta categorização é um tanto quanto generalizante e não se constitui em uma hierarquia. Artesãos podem realizar coleções melhores que autores e estilistas, e assim por diante. O exercício pode ser interessante para se pensar melhor no trabalho de cada designer individualmente, levando em conta seu histórico e desenvolvimento.

*Todas as fotos dos desfiles são do FFW.

9 Comentários leave one →
  1. junho 21, 2010 10:11 pm

    Olá!
    Estou passando para divulgar o blog da minha loja – Lara & Griffy
    Produtos para nenhuma fashionista botar defeito! Marcas como Colcci, Forum, Triton e muito mais!

    Acesse http://laraegriffy.wordpress.com

  2. junho 21, 2010 10:20 pm

    Adorei esse mix de cinema com moda!!! Ótimo post!

  3. junho 22, 2010 6:42 pm

    Oi Aline
    Tudo bem> Aqui é a Maíra, nos conhecemos no lançamento da Dobras.
    Gostei muito do teu blog, aproveito pra divulgar o meu: http://www.juratanamoda.com.br
    Um beijo e até mais.

  4. Aline Bessa permalink
    junho 23, 2010 11:44 am

    Eu leio seu blog com gosto. Excelente análise.

  5. junho 25, 2010 2:36 am

    Acho que foram muito bem colocados em cada posição, me fez pensar nos estilistas internacionais e onde se encaixariam também.

    • alinebotelho permalink*
      junho 26, 2010 5:13 pm

      Penso que na categoria de autores estariam os japoneses, como Yohji Yamamoto e Comme des Garçons. Como estilistas, diria que estariam Marc Jacobs, Stella Mccartney e Donatella Versace. E na categoria de artesãos, lembro da Diesel.

  6. julho 13, 2011 1:42 pm

    sensacional esse texto! Muito bem elaborado e articulado! Nunca havia parado para analisar o cinema e a moda com tal peculiaridade! Gostei bastante do seu blog, tem muita coisa bacana aqui! :) tá de parabéns!

Trackbacks

  1. Tweets that mention Autores x estilistas x artesãos « /duodeluxo -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: