Skip to content

Os clãs italianos da moda

março 1, 2010

Uma das maiores singularidades da moda italiana (e elemento essencial para melhor entende-la) é o modo como ela foi  fortemente desenvolvida através de laços familiares. Versace, Pucci, Gucci e Missoni são alguns exemplos de famílias italianas que parecem ter nascido com a moda no sangue, passando seus negócios de geração em geração e fortalecendo o famoso “Made In Italy”. Ligados à valores bastante tradicionais, os italianos costumam guiar os negócios em família, como é muito bem retratado no filme “O Poderoso Chefão”, de Francis Ford Coppola. Assim, tornaram a Itália um dos principais pólos de moda do mundo, competindo de igual para igual com a França. No final dos anos 70, Milão entrou no panorama internacional como catalisadora das tendências e estilos, consolidando a excelência do design de moda italiano.

Versace Fall 2010

A grife Versace é um dos maiores pilares desse modo de produção italiano. Fundada por Giani Versace, em 1978, a marca conta atualmente com a direção criativa de sua irmã, Donatella, e é gerenciada pelo seu irmão, Santo. A filha de Donatella, Allegra Versace, também é hoje dona de 50% da marca, já garantindo o legado Versace para as próximas gerações. Donatella é a responsável por dar prosseguimento ao estilo Versace, fortemente associado a mulheres poderosas e sensuais.

Pucci Fall 2010

Emilio Pucci é membro de uma das mais antigas e nobres famílias de Florença, vivendo e trabalhando no palácio Pucci durante boa parte de sua vida. Em 1947, resolveu fundar sua marca, ficando conhecido como sendo o criador das calças capri e tendo como marca registrada estampas com padrões psicodélicos.  Após sua morte, em 1992, sua filha Laudomia virou a estilista da marca e, em 2000, o grande conglomerado LVMH acabou adquirindo 67% da Pucci. Laudomia virou diretora de imagem e la famiglia Pucci teve que ceder espaço para estilistas que não carregam o seu sobrenome. Vários designers passaram pela marca, entre eles Matthew Williamson e Peter Dundas, que continua até hoje.

Gucci Fall 2010

A Gucci foi fundada em 1921 por Guccio Gucci. Após sua morte, em 1953, seu filho Aldo ajudou a dar proeminência internacional para a empresa, fundando a primeira boutique em Nova York. Durante os anos seguintes, os irmãos Vasco, Aldo, Ugo e Rodolfo acabaram protagonizando brigas monumentais que acabaram dividindo os negócios da família. Em 1980, a marca entrou em decadência, mas conseguiu se reerguer alguns anos depois e se tornar uma das casas de moda mais influentes do mundo. O filho de Rodolfo, Maurizio Gucci, tomou controle total da marca, botando fim nas brigas que destruíram a família e a companhia. Após a saída de Maurizio, a Gucci deixou de ser gerida pela família e já teve como estilistas Tom Ford, responsável por dar um novo status à marca, e Alessandra Facchinetti. Hoje a diretora criativa da Gucci é Frida Giannini.

Missoni Fall 2010

A casa Missoni foi fundada em 1953 pelo casal Ottavio e Rosita Missoni e ficou famosa pelos seus tricôs. Hoje, grande parte dos negócios da família está nas mãos de seus três filhos: Vittorio (diretor de marketing), Luca (que já foi responsável pela coleção primavera/verão 2008 masculina da marca) e Angela (diretora criativa tanto das coleções femininas quanto masculinas). Não é a toa que na nova coleção outono 2010, apresentada ontem em Milão, Angela tenha resolvido homenagear a família, enfatizando a conexão emocional que podemos fazer com a moda. Através de motivos tribais, a estilista levou para a passarela toda tradição  knitwear da Missoni. E tirando proveito dos genes fashion da família, a filha de Angela, Margherita Maccapani Missoni, apresentou sua primeira coleção de acessórios, também com forte inspiração tribal.

É assim que Milão se mostra como uma semana de moda essencialmente pautada na tradição e qualidade de design.


3 Comentários leave one →
  1. março 2, 2010 2:31 am

    além dessas marcas e estilistas, eles ainda produzem os melhores sapatos de couro do mundo, êlaiá!!!!!!!!! =**

  2. março 2, 2010 11:33 am

    Ahh, as grandes grifes italianas são tudo né?
    Roupas únicas com estilo e presença que só elas têm!
    As minha preferida é a Pucci!

    Beeijos

  3. março 2, 2010 1:19 pm

    Adorei saber um pouco mais sobre as famílias da moda italiana!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: