Skip to content

Mais da Paris Fashion Week spring 2010

outubro 9, 2009

Sonia Rykiel spring 2010
  • John Galliano

Galliano anda mesmo apaixonado pelo cinema clássico. Depois de apresentar uma coleção inspirada na atriz Lauren Bacall para Dior, em sua marca própria se inspirou nas atrizes do cinema mudo em fim de carreira. Segundo a entrevista que o estilista deu para o style.com, ele fez uma viagem de pesquisa à Los Angeles e passou por casas antigas de Hollywood, imaginando como atrizes como Mary Pickford e Lillian Gish viviam. A idéia me encantou totalmente e a coleção não decepcionou. Galliano trabalhou muito bem com o imaginário da época, usando muito chiffon, plissados e lindos chapéus dramáticos.

  • Miu Miu

Diferente de Galliano, a obsessão da vez de Miuccia Prada é a juventude. Depois de fazer uma coleção super lolita para Prada, a estilista continua investigando a inocência e o frescor juvenil na Miu Miu. Longe de cair em obviedades, Miuccia desconstrói tudo e joga super decotes ousados, mistura brilho e pedraria, estampa com estampa e ainda faz as modelos desfilarem com enormes tranças. As coleções de Miuccia são perfeitamente desconcertantes, e isso é um elogio, claro.

  • Viktor & Rolf

Nada como um tom dramático e uma boa dose de criatividade para chacoalhar a semana de moda, né? Em tempos em que experimentalismos andam tão em baixa, os estilistas Viktor e Rolf resolveram dar asas à fantasia, criando uma coleção cheia de armações absurdamente fabulosas em tule. A começar pela cantora Roísin Murphy, que se apresentou ao vivo com uma peça em forma de cone que, junto com o globo que estava do outro lado do cenário, deu um efeito incrível à apresentação. Abaixo o desfile completo:

  • Rick Owens

As silhuetas de Rick Owens são uma das mais peculiares da moda atual. Para a coleção spring 2010, o estilista trabalhou com assimetrias e formas pontiagudas, criando jaquetas com linhas angulosas, túnicas que pareciam ser feitas de papel e um pedaço de pano reto que ficava passando pela perna das modelos.

  • Gareth Pugh

Acho que Pugh está caindo na sua própria armadilha e repetindo sua fórmula. A nova coleção trouxe princesas apocalípticas com um visual mais clean do que o de suas últimas coleções, mas achei o resultado meio boring. De qualquer forma, as calças e vestidos justíssimos ficaram lindos e o seu trabalho em cima de diferentes tecidos está bastante maduro.

  • Ungaro

E o desastre que foi a estreia de Lindsay Lohan na Ungaro? Gente, achei que o resultado ficou tão desleixado! Do meio pro final fiquei até com preguiça de continuar olhando as fotos, me deu a impressão de que a marca não tinha muito o que mostrar, era uma peça mais sem graça que a outra. Boa sorte da próxima vez, Lindsay.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: