Skip to content

Estilistas famosos + Fast-fashion

maio 9, 2009

Ultimamente tenho falado bastante de como as lojas fast-fashion lá fora tem se destacado ao chamar grandes estilistas para assinar suas coleções. Os casos mais famosos são as linha da Kate Moss para a Topshop e do Matthew Williamson para a H&M. Essa parceria entre estilistas e lojonas dá a oportunidade de todo mundo comprar roupas que estão na moda por um preço muito mais baixo do que as coleções da passarela. O legal é que a cada semana as lojas são abastecidas com as novidades e tendências da moda, daí o termo fast-fashion, as peças são produzidas de forma bastante rápida.
Com os efeitos da crise econômica e com as constantes declarações sobre o “fim do excesso”, mais do que nunca as lojas fast-fashion estão fazendo o maior sucesso. Todo bom guarda-roupa precisa de peças “atemporais”, que durem mais do que uma simples estação, no entanto, é muito legal complementar peças básicas com elementos que estão na moda no momento (dica boa da Oficina de Estilo). E para quem não tem (ou não quer) gastar muito dinheiro com roupas, que com certeza não vão ser usadas por muito tempo, nada melhor do que comprar em uma dessas lojas.

Aqui no Brasil, há alguns anos, se começou a investir nesse ramo. O maior exemplo provavelmente é o da Zara, que importa marcas da Europa e Estados Unidos semanalmente e mantém a loja sempre atualizada.

As lojas de departamento já tem grandes nomes da moda nacional desenhando coleções para suas vitrines e, aos poucos, estão melhorando na rapidez e relevância de seus produtos. É bastante significativo o crescimento em termos de qualidade e tendência de moda de lojas como a C&A, que inclusive tem investido bastante também no seu roll de modelos. A campanha atual conta com nomes de peso como Carol Trentini, Emanuela de Paula e Alessandra Ambrósio.

A Riachuelo foi a pioneira em chamar um estilista famoso para desenvolver sua marca na loja. Em 2001, Fause Haten tornou sua marca mais acessível e lançou a Haten F. Em 2006, Marcelo Sommer criou coleção para a C&A, dando uma nova cara à loja. Agora, acabei de ler lá na Oficina também que o Reinaldo Lourenço vai fazer sua coleção para a C&A já para junho, e que depois é a vez da Isabela Capeto.

O investimento das lojas de departamento brasileiras em roupas e acessórios feitos por estilistas famosos serviu um pouco para desmistificar a idéia de que preço mais baixo = falta de qualidade. Super dá pra comprar peças boas, com um corte bom e uma silhueta bacana nessas lojas. E agora, está ainda mais fácil de achar do que há uns tempos atrás, quando era necessário garimpar muuuuito. Espero que essas parcerias durem por bastante tempo.

One Comment leave one →
  1. Anonymous permalink
    junho 25, 2009 11:06 am

    ola eu gosto muito da zara eu tenho 12 anos e queria ser estilista eu estou a procura de univirsidades de artes para tirar um curso e saber melhor desenha roupar eu tenho 14 livros cheihos de roupaas que eu inventei e desenhei e um dia a minha sera da zara o meu email e nathashapophotmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: